Quais os documentos para passar na Imigração de Londres/Reino Unido?

0
868

Se voce pretende viajar pro Reino Unido e se essa é sua primeira viagem pra lá, com certeza voce possui dúvidas, questionamentos e até uma certa ansiedade quanto a imigração.

Muitos associam com temor o processo da chegada passando pela imigração, associam que serão feitas muitas perguntas, e que a maioria das pessoas são barradas.

Eu vou listar as 5 categorias de documentos que irão lhe auxiliar na facilitação da sua entrada no Reino Unido.

  • 1. Passagem de volta;
  • 2. Acomodação;
  • 3. Vínculo com o Brasil;
  • 4. Dinheiro para levar;
  • 5. Roteiro de viagem;

Aí que entra na mente de cada um, quais documentos necessários são precisos para apresentar e ter a entrada no Reino Unido liberada com tranquilidade. E é sobre isso que o nosso post irá abordar no dia de hoje. Para que não haja mais nenhum problema ou ainda paire alguma dúvida sobre esse processo todo.

Quais os documentos necessários para entrar no Reino Unido?

E a primeira resposta que eu te darei pode ser surpreendente, pois não são exigidos documentos obrigatórios para sua entrada no país.
Nao existe nenhum documento mandatório se voce é um brasileiro que tem o passaporte brasileiro pra entrar no Reino Unido.

E isto se dá, pois o Brasil faz parte de um acordo que se enquadra em um non visa national. Ou seja, não é preciso aplicar para um visto para entrar no país, o visto é liberado na imigração na hora.

E durante a imigração nao existe nenhum requerimento legal obrigatório que voce necessita trazer. Como por exemplo: em alguns países da Europa é obrigatório você possuir o seguro viagem. Sem isso você nao consegue entrar no país.

No Reino Unido, o governo não exige nenhum tipo de documento. Mas isso não quer dizer que você não deve estar munido de documentos que comprovem o propósito da sua viagem.

Pois, isso sim pode resultar impedindo sua entrada. Então esclareçamos: não existe nada obrigatório. Tudo que puder comprovar, ajudará a justificar sua entrada e a contar a sua história.

Então estes direcionamentos servirão sempre para pra tentar te ajudar a ter uma entrada mais fácil. Porém o governo não impõe documentos que serão tidos como mandatórios para sua entrada como turista.

Mas, se você vier desprovido de documentos que comprovem o motivo da sua viagem, há uma grande chance de que você amargará um bom chá de cadeira, principalmente se for sua primeira vez no Reino Unido.

Mas iremos colocar em perspectiva e resumir uma lista de documentos recomendados para você ter uma imigração mais tranquila. Nós já sabemos que as perguntas feitas pelos oficiais são padrão. Eles desejam comprovar se você realmente é um turista. E você terá que provar isso pra eles.

1. O primeiro documento recomendado é: a passagem de volta.

O oficial de imigração tem o trabalho de entender se voce é um turista ou se voce está tentando entrar em UK para se beneficiar apenas do sistema de alguma maneira. E para que comprove que sua intenção é de permanecer por um período de tempo determinado como turista, voce terá que comprovar que você sairá do país.

A primeira coisa então que o oficial de imigração pode pedir é a passagem de volta. Ele desejará saber quando voce deixará o Reino Unido

E tendo em mente que, muitos tentam comprar a passagem de volta pra outro país da Europa. Mas isso nao será o suficiente. Eles desejarão que possua uma passagem de volta para o seu destino oficial.

Pois, existem pessoas que compram passagens pra UK e depois compram uma passagem econômica dentro da europa, tentando assim burlar esse preceito.

Eles desejam realmente saber quando voce retornará de onde chegou. E mesmo que seja uma viagem longa ou um mochilão, as vezes eles cobram a sua passagem de volta mesmo que se trate de meses após a sua entrada.

Então esse é o primeiro documento recomendado.

2. Segundo documento que se recomenda ter em mãos, é relacionado a sua acomodação. 

Você entrando no Reino Unido terá que se estabelecer em algum lugar, não poderá dormir na rua ou não possuir um local para ficar. Todos devem planejar a sua acomodação antes de embarcarem.

Entao o oficial terá a intenção de pedir que voce comprove e perguntará pra ter certeza onde você irá se estabelecer durante os dias de sua viagem.

E um documento sobre acomodação pode ser dividido em duas categorias: Uma reserva de hotel, airbnb/hostel, b&b, etc. Ou alguma acomodação que tenha pagado para ficar. Então voce poderá mostrar uma reserva, um e-mail, ou qualquer coisa que comprove que voce terá um lugar para ficar durante a estadia.

Mesmo que ainda esteja apenas em reserva, se não houver sido pago ainda, pode ser que sejam feitas perguntas pra saber se voce tem condições de custear aquela determinada acomodação.

Ainda da categoria acomodação, muitos viajam pra visitar um familiar, um amigo e ficarão na casa de uma pessoa conhecida durante os dias que estarão no país.

E é aí que citamos a famosa carta convite. (Entenda tudo sobre ela neste artigo)

Onde uma carta que é enviada pra aquele que irá viajar, citando para imigração que o individuo irá permanecer em sua casa sob sua responsabilidade durante os dias estabelecidos no país.

Mesmo se tratando de um documento não obrigatório, ele é recomendado quando voce for ficar na casa de um amigo ou parente. Mas raramente é de fato exigido. Mas voce pode apresentar pra ajudar a provar que a sua história é verídica.

Então a carta convite servirá pra provar que voce possui um local para ficar mesmo que voce não tenha pago por ele e estará dentro da categoria: acomodação.


3. Terceira categoria de documentos recomendados: é algo que mostre o seu vínculo com o Brasil.


Para que não restem dúvidas a um oficial de imigração quanto ao seu retorno, voce poderá comprovar que possui um trabalho no Brasil, uma família, imóvel e coisas concretas que te prendem ao país.

Logo se torna uma categoria muito ampla, poderá apresentar uma carta de seu trabalho argumentando que está de férias, algum documento de imposto de renda, um comprovante da parte do empregador que possui um vínculo com certa empresa, ou então não obstante, algum documento que mostre que voce é dono de uma empresa no Brasil.

E uma vez determinado isso, seu retorno se faz necessário. Então qualquer documento que ajude a mostrar o vínculo com o Brasil, irá servir. Essa categoria se torna então amplamente aberta.

Lembrando: Nada é preto no branco. Pois não existem documentos exigidos pra entrada, tudo é recomendado para ajudar você a contar sua história plausível.


4. O quarto passo, girando em torno de uma nova categoria é em torno do dinheiro levado.

Cada vez mais comumente, a imigração deseja saber se voce realmente tem dinheiro pra custear a viagem. E às vezes eles podem solicitar ver o extrato bancário ou holerite salarial.

Sabendo quanto demanda financeiramente o custeio de uma viagem internacional, os oficiais possuem em mente quanto você precisa ganhar pra arcar a viagem.

Muitas vezes as pessoas que imigram pra continuar sem documentação, acabam juntando de suas fontes de renda por muito tempo e não possuem nenhuma reserva.

Não obtendo assim, um fluxo de caixa corrente, um salário adequado, logo então se tornando muito implícito que a pessoa em questão juntou dinheiro só pra entrar no país e não necessariamente apenas para permanecer aquele determinado período de tempo e retornar ao Brasil.

Mas quando o indivíduo não possui emprego fixo e é autônomo, não há problema, mas se realmente possui o objetivo de entrar como turista esse valor foi disponibilizado de alguma maneira.

O que importa é que seja possível provar que o que está falando se trata da verdade.


Seja pelo extrato bancário, ou qualquer tipo de coisa que mostre que você realmente ganhe aquele valor, se estabelece a condição financeira para fazer uma viagem desse porte e servirá nesse caso.

5. Outro documento que poderá ajudar e poderá ser pedido a qualquer momento durante a entrevista, é qualquer coisa relacionada ao propósito da sua viagem.

Caso você possua um roteiro montado, programação, pode ser que isso ajude a contar sua história. Uma exibição em um museu, um show, passeios, trechos de ônibus entre cidades, tudo isso fará parte e ajudará a contar a sua história também. 

Essa ordem de dicas e conceitos, se baseiam nas categorias das mais importantes às menos importantes.

Uma dica valiosa é que se por exemplo, a sua viagem tem um propósito único como um show, faz sentido você possuir o ingresso e o oficial pode acabar lhe perguntando e conferindo esta informação.

Um outro documento que às vezes pode requerer, e poderá ajudar certamente, é o seguro viagem. 

Não é 100% obrigatório, mas é uma precaução à sua segurança e garantia.

Então esta listagem de documentos se torna altamente recomendada. 

Lembrando que passagem de volta e acomodação certamente serão solicitados por oficiais de imigração em algum momento. Caso tudo esteja de acordo, muito dificilmente sua entrada não será permitida. Eles saberão das suas intenções genuínas como turista e a sua entrada será tranquila.

Lembre-se que no momento da imigração, nada mais é, do que um bate papo e serão feitas perguntas que você irá estar apto a responder, e pode ser que não sejam exigidos documentos para verificação, mas caso hajam suspeitas dos seus argumentos, provas sobre o que você afirmou poderão ser pedidas. 

Por isso, é importante estar de posse desses documentos comprobatório.

Mas não é preciso ser criado medo, apenas possua segurança pois seus documentos comprovarão seus argumentos.

Deixe uma resposta

Por favor digite seu comentário!
Preencha seu nome aqui